Conteúdos

Pressão alta e rins: entenda a relação

2 meses atrás
Pressão alta e rins: entenda a relação
Pressão alta e rins: entenda a relação

    Assine a nossa newsletter

    e tenha acesso aos nossos materiais educativos diretamente na sua caixa de e-mail. Basta preencher os campos abaixo:

    Existe uma relação muito importante entre pressão alta e rins. O descontrole da pressão arterial pode causar problemas renais, assim como pessoas diagnosticadas com doenças nos rins podem desenvolver hipertensão.

    Já mencionamos esse ciclo em outros artigos publicados no blog da Clinirim. Mas, pensando em você que é novo por aqui, elaboramos este artigo dedicado exclusivamente à relação entre pressão alta e rins. Leia até o final e entenda!

    A pressão arterial e pressão alta

    Hipertensão arterial é o nome oficial daquilo que popularmente conhecemos como “pressão alta”. A pressão exercida pelo sangue nos vasos sanguíneos é medida em milímetros de mercúrio (mmHg) ou centímetros de mercúrio (cmHg).

    Se você já teve sua pressão arterial medida em algum momento, deve lembrar que o resultado foi apresentado em dois números: “13 por 9”, “14 por 8” ou algo do tipo. O que são formas abreviadas de dizer “13 centímetros de mercúrio por 9 centímetros de mercúrio” e “14 centímetros de mercúrio por 8 centímetros de mercúrio”.

    O primeiro valor se refere à pressão sistólica. Ou seja, a pressão arterial no momento em que o coração ejeta o sangue para as artérias. A pressão sistólica também conhecida como “pressão máxima”.

    O segundo número, por sua vez, refere-se à pressão diastólica. Ou seja, a pressão arterial no momento em que o coração recebe sangue das veias. A pressão diastólica também é conhecida como “pressão mínima”.

    A medicina considera a pressão ideal para uma pessoa adulta o famoso valor de 12 por 8. No entanto, uma série de fatores pode causar o aumento desses números.

    De acordo informações da Associação Americana do Coração e Associação Americana do AVC publicadas no blog do médico Drauzio Varella, valores iguais ou maiores que 14 por 9 caracterizam a hipertensão.

    Pressão alta e rins: hipertensão como causa do problema

    A relação entre pressão alta e rins se dá por duas vias:

    1) pressão alta pode ser a causadora de problemas renais e

    2) problemas renais podem causar pressão alta.

    No primeiro caso, isso acontece porque, quando não tratada, a hipertensão torna os vasos sanguíneos mais grossos. O que inclui os canais dos rins por onde o sangue passa.

    Como já explicamos aqui no blog da Clinirim, os rins são os filtros do nosso corpo. Eles são os principais responsáveis por manter a quantidade ideal de cada substância no nosso organismo (em alguns casos, isso significa eliminar completamente uma substância).

    Para que os rins filtrem o sangue corretamente, os vasos por onde o sangue passa precisam ter um tamanho equilibrado. Isto é, nem muito “grosso”, nem muito “fino”.

    Se os vasos dos rins estiverem muito finos, as substâncias filtradas pelo órgão ficarão acumuladas na região. Se os vasos dos rins estiverem muito grossos, os órgãos não serão capazes filtrar o sangue — exatamente o que acontece em pessoas com pressão arterial alta.

    É dessa forma que, se negligenciada, a hipertensão pode causar insuficiência renal crônica.

    A hipertensão e a diabetessão as principais causadores de insuficiência renal crônica, respondendo por cerca de 2/3 dos casos da doença.

    Pressão alta e rins: insuficiência renal como causa do problema

    Agora é vez de falarmos sobre o caminho contrário: quando algum problema nos rins causa pressão alta. Essa parte é até mais fácil de explicar (e entender).

    Se você chegou até aqui, já sabe que os rins são os principais responsáveis por equilibrar a quantidade das substâncias presentes no nosso organismo, certo? Consequentemente, também responsáveis pelo controle da pressão arterial.

    Isso acontece porque a água e o sódio estão entre as substâncias controladas pelos rins.

    Um dos possíveis sintomas de problemas renais é retenção de líquidos. Quando os rins não conseguem eliminar o excesso de água do corpo, os líquidos se acumulam. Isso pode causar:

    • inchaços no rosto, mãos e pés;
    • falta de ar (causada pela presença de líquido nos pulmões) e
    • aumento da pressão arterial.

    Nesses casos, o aumento da pressão arterial é causada simplesmente porque problemas renais permitem a presença em excesso de líquidos no sistema circulatório.

    Também existem casos de pessoas com problema renais nos quais os rins não conseguem filtrar o excesso de minerais do nosso corpo. Um desses minerais é o sódio, responsável justamente pelo equilíbrio do volume de sangue.

    Quando os rins não conseguem manter a quantidade adequada de sódio no corpo, a pressão arterial aumenta. Por isso, os médicos recomendam a pessoas com problemas renais o consumo controlado de sal.

    Entendeu quais são as relações entre pressão alta e rins? Se você gostou desse texto ou ficou com alguma dúvida, siga a Clinirim no Facebook, no Instagram e mande suas perguntas ou sugestões de conteúdo por lá!