Conteúdos

5 cuidados para evitar problemas nos rins

3 semanas atrás
5 cuidados para evitar problemas nos rins
5 cuidados para evitar problemas nos rins

    Assine a nossa newsletter

    e tenha acesso aos nossos materiais educativos diretamente na sua caixa de e-mail. Basta preencher os campos abaixo:

    Os rins são um dos principais órgãos do corpo humano e por isso, ele deve ser sempre lembrado e muito bem cuidado. O Dia Mundial do Rim, tem como foco educar sobre a doença renal em todos os setores da saúde. Além disso, segundo a Sociedade Brasileira de Nefrologia entre os principais objetivos desta campanha são:

    – Reforçar a importância de incentivar a população geral e os pacientes renais crônicos a adotarem um estilo de vida saudável;

    – Conscientizar os pacientes renais e suas famílias, capacitando-os para alcançarem uma melhor qualidade de vida;

    – Incentivar e apoiar médicos da atenção primária a melhorarem o conhecimento e condução da doença renal crônica em todo o espectro de prevenção da doença;

    – Integrar a doença renal crônica às outras doenças crônicas não transmissíveis em programas de serviços abrangentes e integrados, possibilitando a detecção precoce e rastreamento da doença renal crônica em âmbito nacional, além de informar os gestores públicos sobre o impacto da doença nos orçamentos/sistemas de saúde, encorajando a adoção de políticas e alocação de recursos, de forma a garantir a todos os pacientes renais crônicos uma adequada qualidade de vida.

     Essa data foi idealizada pela International Society of Nephrology (ISN),é comemorada anualmente sempre na segunda quinta-feira do mês de março. Os dados da Sociedade Brasileira de Nefrologia indicam que o número de doentes renais no Brasil dobrou na última década. Estima-se que 10 milhões de brasileiros sofram de alguma disfunção renal. Atualmente, entre 90 mil e 140 mil pessoas passam por diálise no país. Contudo, os números relatam que há atualmente no mundo 850 milhões de pessoas com doença renal, decorrente de várias causas. A Doença Renal Crônica (DRC) causa pelo menos 2,4 milhões de óbitos por ano, com uma taxa crescente de mortalidade.

    Diante de todos esses números com dados negativos sobre as doenças renais crônicas, é preciso estabelecer os devidos cuidados com a saúde dos rins e promover uma melhor qualidade de vida e bem-estar.

    Quais são as doenças mais comuns nos rins?

    Como já citado acima existem muitas doenças de rins, mas veja agora quais são as mais comuns:

    • Cálculos renais (pedra nos rins): as pedras nos rins são formadas principalmente pela falta de ingestão de água.

    • Infecção renal ou pielonefrite: é acometida, geralmente, por uma bactéria na bexiga, a cistite, que acaba por subir até o rim, causando febre e dor do lado comprometido.

    • Cistos renais: muito comuns após os 40 anos, os cistos são “bolhas” que se formam no meio do rim.

    • Tumor ou câncer de rim: São raros os casos. O tumor ocorre devido à alta frequência dos cistos renais.

    • Perda da função renal (insuficiência renal) ocorre quando o rim perde a capacidade de filtrar resíduos, sais e líquidos do sangue.

    São diversas as doenças que podem existir nos rins, acima estão descritas as mais comuns entre elas no Brasil. Para identificá-las é preciso estar atentos aos sintomas, que são:

    • pressão alta;

    • inchaço ao redor dos olhos e nas pernas;

    • fraqueza constante;

    • náuseas e vômitos frequentes;

    • dificuldade de urinar;

    • queimação ou dor quando urina;

    • urinar muitas vezes, principalmente à noite;

    • urina com aspecto sanguinolento;

    • urina com muita espuma;

    • dor lombar, que não piora com movimentos e

    • história de pedras nos rins.

    Existem também alguns fatores de risco que elevam a uma possibilidade das pessoas desenvolverem doenças renais crônicas:

    • Pessoas com diabetes(quer seja do tipo 1 ou do tipo 2).

    • Pessoas hipertensas, definida como valores de pressão arterial acima de 140/90 mmHg em duas medidas com um intervalo de 1 a 2 semanas.

    • Portadores de obesidade (IMC maior que 30 Kg/m²).

    • Histórico de doença do aparelho circulatório (doença coronariana, acidente vascular cerebral, doença vascular periférica, insuficiência cardíaca).

    • Histórico de Doença Renal Crônica na família.

    • Uso de agentes nefrotóxicos, principalmente medicações que necessitam de ajustes em pacientes com alteração da função renal.

    Para estabelecer os devidos cuidados e não entrar para lista de pessoas que possuem alguma dessas doenças nos rins, aqui embaixo você verá 5 cuidados que deve tomar para evitar doenças nos rins. Siga passo a passo e tenha uma vida longa e saudável:

    1. consuma pelo menos 2 litros de água por dia, este líquido traz inúmeros benefícios para a saúde e contribui para o bom funcionamento dos rins;

    2. evite o excesso de sal;

    3. não fume e evite o consumo excessivo de bebidas alcoólicas;

    4. fique sempre de olho na pressão arterial e no nível de açúcar no sangue e

    5. seja praticante de exercícios físicos e mantenha distância de uma vida sedentária.

    Gostou do nosso conteúdo celebrando o Dia Mundial dos Rins? Lembrando que em nosso site você pode conferir muitos outros conteúdos sobre saúde. Acesse nosso blog.

    Ah e você pode nos acompanhar nas redes sociais para não perder nenhum dos nossos conteúdos e manter-se informado.  Siga-nos no Instagram e no Facebook.

    - Técnica Unidade Hospitalar - CRM/SC 0000

    Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, voluptas fuga dolor fugiat quia tenetur illum autem laborum sit sint sunt obcaecati esse ipsam ipsa, necessitatibus voluptate, delectus sed aut.Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, voluptas fuga dolor fugiat quia tenetur illum autem laborum sit sint sunt obcaecati esse ipsam ipsa, necessitatibus voluptate, delectus sed aut.