Conteúdos

Saiba quando procurar o nefrologista, médico especialista em rins

47 segundos atrás
Saiba quando procurar o nefrologista, médico especialista em rins
Saiba quando procurar o nefrologista, médico especialista em rins

    Assine a nossa newsletter

    e tenha acesso aos nossos materiais educativos diretamente na sua caixa de e-mail. Basta preencher os campos abaixo:

    As diversas áreas da medicina possibilitam que os profissionais da saúde tenham um conhecimento mais aprofundado sobre as doenças relacionadas a cada parte do corpo humano, bem como técnicas e formas de tratamento. Dessa forma, procurar um médico especialista em rins ajuda na prevenção, diagnóstico mais preciso e tratamento assertivo das doenças relacionadas a esse órgão.

    De acordo com a Sociedade Brasileira de Nefrologia, (SBN),a um em cada dez adultos brasileiros apresenta doença renal que pode ser aguda ou crônica. Na maioria das vezes, essas doenças são caracterizadas pela diminuição do desempenho das funções renais. Isso acaba provocando a insuficiência, condição que compromete a saúde e a vida do paciente. Ela pode durar meses, anos e, até mesmo, ser permanente.

    Por outro lado, cuidar dos rins é essencial para a manutenção da saúde e a prevenção de doenças. Ele é um órgão vital, responsável por fazer toda a filtragem do sangue bombeado pelo coração, eliminando as impurezas por meio da urina.

    Tanto em relação à prevenção, como no tratamento das doenças renais, é comum os pacientes terem dúvidas se devem procurar um médico especializado em nefrologia ou urologia.

    Para ajudar nesse sentido, elaboramos um artigo para explicar qual a função do nefrologista, o médico especialista em rins, e quando é preciso procurá-lo. Continue a leitura.

    O que faz o nefrologista?

    Segundo o dicionário, o termo nefro é de origem grega “nephros” e significa rins. Sendo assim, nefrologia é a especialidade da medicina dedicada a esses órgãos.

    Dessa forma, o nefrologista é o médico especialista em doenças renais. Ou seja, ele é o profissional responsável por estudar, cuidar e tratar clinicamente de doenças relacionadas a esse sistema.

    É ele quem faz o diagnóstico e trata da hipertensão arterial, infecções urinárias, nefrites, pedra nos rins, doença renais císticas e doenças renais crônicas ou agudas. É o nefrologista também que irá indicar, quando necessário, o tratamento de hemodiálise, diálise peritoneal e transplante renal.

    Quando procurar um médico especialista em rins?

    O correto é procurar um médico especialista em rins antes mesmo de identificar qualquer problema na saúde, com o objetivo de prevenir qualquer tipo de doença que possa afetá-los. Por isso, pessoas com histórico familiar de câncer ou doença renal policística devem procurar regularmente o médico para os devidos exames.

    Segundo pesquisa publicada no Jornal da Universidade de São Paulo, USP, diabetes e pressão alta também são fatores de risco que favorecem o desenvolvimento de doenças renais. O estudo informa que 65% das pessoas que fazem hemodiálise no Brasil atualmente são hipertensos ou diabéticos. Por isso, diabéticos e portadores de hipertensão também devem realizar periodicamente consulta com o nefrologista.

    A Sociedade Brasileira de Nefrologia orienta ainda que homens e mulheres acima de 40 anos realizem anualmente uma consulta com um nefrologista, o médico especialista em rins. Ele irá solicitar um exame de dosagem de creatinina no sangue e também de urina para possível detecção de qualquer anormalidade nos órgãos de maneira precoce.

    De forma geral, o nefrologista deve ser procurado para prevenir, diagnosticar, avaliar, orientar e ajudar no tratamento de doenças que atingiram esses importantes órgãos.

    Além disso, quando o paciente perceber um dos seguintes sintomas é hora de marcar a consulta com urgência:

    • sangue na urina;

    • dor ao urinar;

    • urina espumosa;

    • mudança na cor ou odor da urina;

    • dor nas costas ou nos rins;

    • diminuição ou aumento no volume da urina;

    • acordar mais de uma vez a noite para ir ao banheiro e

    • inchaços nos pés e tornozelos.

    O médico especialista em rins também é indicado nas consultas com médico geral quando for necessário tratar:

    • câncer no rim;

    • infecções urinárias e

    • insuficiência renal.

    Qual a diferença entre nefrologista e o urologista?

    Agora que você compreendeu que o nefrologista é o médico especialista em rins, ou seja, trata doenças relacionadas com esse órgão, vamos falar sobre o urologista, que é rotineiramente confundido com essa especialidade.

    O urologista é responsável pelo estudo, cuidado e tratamento dos problemas relacionados ao trato urinário de homens e mulheres.  É ele também que cuida de toda a parte genital masculina.

    De forma geral, um urologista ajuda no diagnóstico e tratamento de problemas que envolvem o sistema urinário, como:

    • incontinência urinária;

    • pedras na bexiga ou nos rins;

    • infecções do trato urinário;

    • cânceres de bexiga, pênis, testículos e de próstata e

    • disfunção erétil.

    Como você pode perceber, o urologista previne, diagnostica e trata de condições que afetam a uretra, bexiga, ureteres, próstata, vesículas, incluindo, inclusive, a conhecida pedra nos rins.

    Se você deseja fazer uma consulta com um nefrologista, o médico especialista em rins,  para identificar possíveis problemas renais, dar continuidade no seu tratamento ou ainda realizar consultas preventivas, entre em contato com a Clinirim, estamos em Florianópolis.

    A Clinirim – Clínica do Rim e Hipertensão Arterial é uma instituição de saúde localizada em Florianópolis (SC) que tem como principal objetivo oferecer bem-estar e qualidade de vida para pacientes portadores de doenças renais crônicas.